top of page
  • Foto do escritorSilvana Lance Anaya

COACHING PSICOTERAPÊUTICO


O coach estimula através de algumas técnicas o desenvolvimento profissional e social utilizando ferramentas estratégicas para despertar o potencial das pessoas em sua área de atuação ou nas habilidades de sociabilidade com o alcance de objetivos de curto e médio prazo.

O coaching não é um processo terapêutico, ele não possui habilidades para lidar com traumas e dores emocionais, não cabe ao coach curar dores e traumas da alma, ele é responsável por motivar a prática de um hábito ou comportamento adequado para alcançar metas e objetivos pessoais e profissionais, portanto é focado no comportamental e cognitivo, voltado principalmente para o aconselhamento na área profissional, a qual pode possuir dificuldades psicológicas íntimas e profundas que funcionam como uma verdadeira auto sabotagem e que devem também ser investigadas. Neste contexto, o “coaching psicoterapêutico” segue os padrões de uma psicoterapia normal, mas mantém o foco na queixa principal que são as dificuldades profissionais, focando o autogerenciamento de carreira, com um enfoque clínico-organizacional, levando em conta suas habilidades e capacidades além da conscientização das dificuldades e suas amarras emocionais.


Coaching e Psicoterapia não são totalmente opostas, as duas técnicas influenciam o comportamento humano com metodologias eficazes para identificar bloqueios e crenças limitantes, bem como o equilíbrio das emoções para gerar motivações, a vantagem de ser aplicada por um profissional que também é psicoterapeuta é que além de uma técnica ser complementar a outra não há a necessidade de encaminhamento já que este profissional possui habilidades para identificar as dificuldades e aplicar a técnica necessária durante o atendimento para que o indivíduo atinja seus objetivos abordando também questões de longo prazo e assuntos mais profundos já que alguns processos de cura são realizados através da compreensão das causas dos sofrimentos de seus pacientes, o que exige uma investigação mais profunda.

Se submeter somente a um coaching pode emperrar o processo quando há empecilhos emocionais que dificultam o desenvolvimento satisfatório do indivíduo assim como se submeter somente a psicoterapia sem que o profissional tenha habilidades para identificar e auxiliar nas resoluções das dificuldades comportamentais. Quando o atendimento é realizado por um profissional que possui as duas habilidades tem também a vantagem de um processo mais econômico em termos de valores.


Uma outra questão é que para muitos indivíduos, falar sobre dores e traumas do passado é um grande enfrentamento e quase um tabu, portanto procurar terapia se torna mais complicado até porque as vezes é difícil para pessoa admitir que precisa de um tratamento psicoterapêutico, diante dessa dificuldade o coaching soa como uma técnica mais aceitável e, quando aplicado por um profissional da psicoterapia, auxilia na “quebra do gelo” para se adentrar assuntos que precisam ser abordados para que não emperrem o alcance de objetivos.


Silvana Lance Anaya

Psicanalista, Psicodramatista, Administradora

Pós-graduada em Teoria Psicanalítica, Transtornos Alimentares e Coaching

Atendimento Presencial e On-line

WhatsApp 11 98295-5720

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


psicanalise-tocha base.png
bottom of page